Nenê, protótipo do avançado moderno

nene5De perfeito desconhecido a revelação da Liga Sagres foi um passo. Treze jornadas depois, Anderson Miguel da Silva – Nenê, na praça futebolística –  parece já ter ascendido ao patamar de ‘confirmação’, assumindo-se como um dos mais letais avançados no primeiro escalão do futebol nacional. Na Liga, ao serviço do Nacional da Madeira, o brasileiro, oriundo do Ipatinga, já apontou sete golos, tendo participado em 12 dos 13 jogos já disputados – esteve ausente na última jornada, onde os madeirenses perderam com o Porto, por 4-2, na Choupana.

Detentor da vice-liderança na tabela dos melhores marcadores do campeonato nacional, Nenê assume-se como um dos grandes favoritos à conquista da Bola de Prata. Atendendo à lesão prolongada do ‘artilheiro-líder’ William – o avançado do Paços de Ferreira, que contabiliza oito golos, enfrenta uma paragem de meses – o goleador do Nacional terá de bater-se com os consagrados Wesley, Meyong, Liedson, Cardozo ou Lisandro. Mas, pelo que já mostrou neste primeiro terço da liga, acredito que Nenê poderá levantar o galardão.

Recorro aos seus dois golos na vitória do Nacional, por 4-2, sobre o Belenenses, na 11.ª jornada, e solidifico a minha profecia. Nesse jogo, Nenê demonstrou atributos que compõem o avançado moderno. Em resposta a um livre de Juninho, o goleador salta ensanduichado entre dois defesas azuis e com um primoroso gesto técnico cabeceia a bola por cima do guardião Júlio César. Qual cabeceador exímio… Está feito o primeiro tento da partida. Pouco depois, Nenê larga o céu e desce à terra. Descola na asa direita do ataque nacionalista, ainda longe da grande-área, e de passada larga, postura elegante, tipo velocista, galga terreno até à descarga final da pólvora seca. Fez-me lembrar Claudio López, na Lázio de Roma…há uns anos.

Mas, mais surpreendido fiquei, quando, ontem, vi Nenê marcar um potente golo num livre directo, que deu o empate frente à Académica de Coimbra, num jogo a contar para a primeira jornada do Grupo A da Taça da Liga. Afinal, o homem também marca de bola parada! Um verdadeiro achado! Não deixem que ele volte para o Brasil.

Anúncios

2 Responses to Nenê, protótipo do avançado moderno

  1. […] à lesão prolongada do ’artilheiro-líder’ William – o avançado do … fique por dentro clique aqui. Fonte: […]

  2. Marcos diz:

    Bom jogador, muito completo, é pena não saber marcar penaltys..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: